Ternura do bebê, chave para a sobrevivência

A ternura do bebê desperta em seus pais forças comportamentais básicas e poderosas que garantem sua sobrevivência.

- A ternura que um bebê desperta é um fator-chave para sua sobrevivência, pois, por meio dele, obtém a proteção e os cuidados de que necessita, segundo estudo da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Os gestos, os sons que ele emite e o próprio cheiro do bebê fazem parte de um forte mecanismo de proteção, cujo objetivo é atrair toda a atenção dos pais para que sejam dedicados exclusivamente a ele.

Essa ternura desencadeia nos pais do bebê não apenas uma série de cuidados instintivos, mas comportamentos pró-sociais complexos, lentos, cuidadosos, deliberados e duradouros, que produzem o mesmo prazer que uma refeição deliciosa ou ouvem música e sempre envolvem experiências agradáveis, conclui o professor Morten. Kringelbach e seus colegas no departamento de psiquiatria da Universidade de Oxford. Além disso, os autores do estudo acreditam que essa resposta é universal e independente da situação dos pais ou do sexo.

Foto: © SvetlanaFedoseyeva - Shutterstock.com Etiquetas:  Saúde Sexualidade Nutrição 

Artigos Interessantes

add