Mais da metade dos medicamentos vendidos on-line são falsos

Quinta-feira, 22 de maio de 2014. - Médicos afirmam ter detectado poeira de tijolo e anticongelante em alguns medicamentos fraudulentos
Mais da metade dos medicamentos vendidos pela Rede são falsos, de acordo com o relatório Medication on the Internet. As principais irregularidades são a ausência total da substância ativa ou a presença de doses incorretas, impurezas e substâncias tóxicas, entre as quais foram detectadas poeira de tijolo e anticongelante, disse a coautora da investigação, Nuria García-Agua. Os riscos associados à venda de medicamentos pela rede estão relacionados ao seu impacto na saúde.
Outra irregularidade detectada pelos autores do relatório é a venda na rua de medicamentos adquiridos a menor custo pelas instituições hospitalares.
O relatório, patrocinado pelo Comitê Consultivo Científico da Associação Médica de Málaga, destaca que os usuários que recorrem à automedicação não estão cientes dos efeitos colaterais dessa prática. O presidente da escola de Málaga, Juan José Sánchez, comentou o trabalho de "detetive" que os médicos às vezes devem realizar para o diagnóstico de pacientes que acessaram drogas pela Internet, uma vez que não é habitual reconhecê-lo.
A Organização de Consumidores e Usuários (OCU) visitou mais de 40 sites de farmácias na Espanha e descobriu que até 16 produtos fraudulentos poderiam ser comprados em dez sites diferentes, o que mostra a facilidade em adquiri-los.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) representa 10% do total de medicamentos adulterados. Seu consumo não chega a 2% nos países desenvolvidos, mas na África, nos países da América Latina e na Índia, a falsificação chega a 70%.
Fonte: www.DiarioSalud.net Etiquetas:  Notícia Glossário Nutrição 

Artigos Interessantes

add