A obesidade aumenta o risco de leucemia

Eles descobriram que o excesso de peso nos torna mais vulneráveis ​​a doenças do sangue.

Leia em Português

- A obesidade e outras doenças ligadas ao excesso de peso causam danos ao sistema sanguíneo, deixando o corpo mais exposto ao aparecimento de leucemias, de acordo com um estudo publicado no Journal of Experimental Medicine.

Experimentos em roedores durante a investigação mostraram que o estresse oxidativo relacionado à obesidade afeta seriamente a estrutura das células-tronco do sangue, reduzindo sua capacidade.

"Hoje entendemos que as células-tronco do sangue são constituídas por inúmeros subconjuntos de células. Manter esses compartimentos saudáveis ​​é essencial para a saúde humana, o que inclui a manutenção de um amplo conjunto de tecidos hematopoiéticos", disse Damien Reynaud, autor de estudo e pesquisador do Hospital de Câncer Infantil de Cincinnati (Estados Unidos).

Especialistas apontam que essas alterações podem estar relacionadas à presença de um fator de transição chamado Gfi1, um gene regulador que mostra aos outros genes o que eles devem fazer. Sem o seu desempenho, é gerado um caos celular que prejudica o funcionamento dessa "fábrica de sangue" .

"Pouco se sabe sobre como a obesidade em doadores de medula óssea pode afetar a qualidade do compartimento de células-tronco hematopoiéticas " , disse Reynaud. "Queremos entender melhor as alterações moleculares na obesidade para antecipar os riscos potenciais associados ao uso terapêutico de células-tronco isoladas de doadores obesos".

A leucemia, que geralmente surge quando os glóbulos brancos deixam a defesa do corpo, apresenta sintomas de anemia, fadiga, sangramento nas gengivas e nariz e manchas rosadas na pele. Em países como o Brasil, dados oficiais revelam que mais de 10.000 novos casos de leucemia são diagnosticados a cada ano.

Suzanne Tucker
Etiquetas:  Nutrição Bem estar Saúde 

Artigos Interessantes

add